Arquivo da categoria: Biblioteconomia

Associação de Bibliotecários de Minas Gerais oferece curso preparatório para concurso.

A Associação de Bibliotecários de Minas Gerais está oferecendo um curso preparatório. São 30 vagas e ainda dá tempo de se inscrever.
VALORES: R$ 175 – para não associados
R$ 100 – para associados.

Maiores informações: Andréa (abmg21gestao@gmail.com)

Os conteúdos abordados serão:

INTRODUÇÃO À CATALOGAÇÃO
Instrutora Vilma Carvalho de Souza (Bibliotecária Fafich/UFMG)
Teorias, conceitos e práticas da catalogação.
DATAS: 30 e 31/03 – 1º/04/ 2015 (2ª, 3ª e 4ª feira) – De 19 às 21:30hs

PALESTRA ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO – Palestrante: Antônio Afonso (UFMG/CRB6)
DATA: SEM DATA, AINDA A CONFIRMAR – 19:30h – 2horas
Ementa: Discussão dos usos da Ética, na profissão, nas organizações e na sociedade. Objetivos
Enfocar as relações interpessoais, as normas e a legislação que norteia a profissão, bem como comportamento e posicionamento ético do bibliotecário no contexto social. Conteúdo programático – 1) Teoria, Conceituação básica Ética Moral Liberdade. 2) Legislação RESOLUÇÃO CFB N.º 42 DE 11 DE JANEIRO DE 2002. Código de Ética Profissional, Direitos e deveres profissionais. 3) Questões Éticas atuais. Comportamento ético. Decreto 1171/94.

CURSO – LEGISLAÇÃO – LEI 8112/90 – Palestrante: Mário Diógenes Garrido Eva (CRB6) Objetivo: Abordar os principais aspectos da lei nº 8.112/90, oferecendo instrumentos necessários para a correta aplicação das normas e procedimentos que regem os servidores públicos federais. Ementa: 1) Agentes Públicos e Cargos; 2) Provimento, Vacância e Deslocamento; 3) Direitos, Vantagens e Férias; 4) Licenças, Afastamentos e Direito de Petição; 5) Regime e Procedimento Disciplinar.
Carga Horária: 7h
DATA: Dias 06/07/08 DE ABRIL/2015 – 19:00 às 21:30h

 Rafaela Lorena

Aluna do 8º período de Biblioteconomia da Escola de Ciência da Informação – UFMG.

Anúncios

Moção em apoio a greve IFES – ExNEBD‏

Estudantes da UnB entram em greve

Data de publicação: 29/05/2012

Por Eu, estudante

431 alunos aprovaram greve na última assembleia, menos que o quórum mínimo. Agora a decisão foi homologada junto aos CAs e o DCE

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) realizou hoje, às 12h, uma reunião com o Conselho das Entidades de Base, formado pelos Centros Acadêmicos (CAs) de diversos cursos da Universidade de Brasília (UnB). A reunião acabou há poucos minutos e finalizou com a decisão por uma greve estudantil.

Compareceram representantes de 46 CAs e aprovaram a homologação das decisões feitas na assembleia dos estudantes que aconteceu quinta-feira (24/5), que resultou na greve estudantil. A última assembleia aprovou, por unanimidade, a greve discente com 431 alunos presentes, abaixo do quórum mínimo necessário (1097 alunos) que corresponde a 3% do número de universitários da UnB. A decisão de homologação foi apertada, com 22 votos a favor, 20 contra e 4 abstenções.

Octávio Torres, coordenador geral do DCE, faz uma ressalva de que “essa gestão não apoia repressões violentas contra quem não quiser entrar em greve”. A decisão da greve estudantil veio contra a posição do DCE. Em entrevista concedida na última quinta-feira (24/5) Octávio Torres afirmou que “o Diretório valoriza os professores e acredita que a greve é um instrumento legítimo, mas não assim. Não deve ser banalizado e ocorrer a cada dois anos”.

Fonte: http://www.correioweb.com.br/euestudante/noticias.php?id=29672

XXXV ENEBD: envio de trabalhos

O XXXV ENEBD contará com duas modalidades de apresentação de trabalhos: comunicações orais e pôsteres. A avaliação das apresentações será feita pela submissão de trabalhos completos para ambas comunicações.

As submissões deverão observar as orientações a seguir:

a) toda a comunicação entre autores e a organização do Evento ocorrerá através do e-mail cenebd@gmail.com. Mensagens relacionadas ao status de avaliação do trabalho serão enviadas através do e-mail informado na ficha de submissão de trabalhos – disponível AQUI – do autor responsável pela submissão do mesmo.

b) o número limite de trabalhos enviados por autor será de 5;

c) o número limite de autores será de 5, incluindo orientador;

d) um dos autores deverá OBRIGATORIAMENTE inscrever-se no evento para que o trabalho conste nos anais;

e) serão emitidos certificados para todos os autores dos trabalhos apresentados;

f) o autor deverá submeter o trabalho nas opções existentes na ficha de inscrição. A comissão cientifica dará prioridade a forma de apresentação escolhida pelo autor, mas reserva-se no direito de altera-la;

g) os trabalhos que não estiverem em acordo com as Normas de Submissão do Evento serão automaticamente recusados.

Eixos Temáticos para envio de trabalhos:

GT1 – Aspectos Constituintes da Ciência da Informação no Brasil

GT2 – Dimensões Acadêmicas

GT3 – O profissional da informação

GT4 – O campo prático dos profissionais da informação

GT5 – Abordagem contemporânea

Saiba mais sobre os GTs: http://enebd2012.eci.ufmg.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4&Itemid=5

Cronograma

Data

Horário Atividade
15/04/2012 00:00 Início dos recebimentos dos trabalhos completos.
20/05/2012 23:59 Término dos recebimentos de trabalhos.
18/06/2012 12:00 Divulgação da lista completa dos trabalhos aprovados.
28/06/2012 23:59 Autor (es) envia (m) a versão revisada do trabalho completo.
05/07/2012 00:00 Divulgação final da lista dos trabalhos que serão apresentados no XXXV ENEBD.

Mais informações sobre normas para elaboração dos trabalhos, formatação e elementos constituintes dos mesmos: http://enebd2012.eci.ufmg.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12&Itemid=11

PACOTE para ESTUDANTES evento EDOC BH, dias 14 e 15 de junho.

O eDOC 2012 Belo Horizonte será realizado nos dias 14 e 15 de junho e focará duas perspectivas a Gestão Eletrônica de Documentos (GED) e a Enterprise Content Management (ECM). O evento irá contemplar outros tópicos de interesse de arquivologia, biblioteconomia, gestão da informação dentre outras áreas como, por exemplo, gestão de documentos, PaperLess, digitalização e microfilmagem, certificação digital e legalização de documentos digitais e boas práticas em projetos de ambientes digitais.

A cada grupo de dez estudantes de graduação, uma inscrição sai gratuita.

O valor da inscrição para aluno de graduação é de R$130,00, para pagamento até dia 21 de maio (conforme site)

A cada grupo de 10 alunos inscritos uma vaga  sai gratuita, ou seja, o valor sai por R$ 117,00/por aluno.

Como funciona?

Até o dia 21 de maio, um estudante (líder do grupo) envia uma lista com os dez nomes (mínimo por pacote) que vão participar com os seguintes dados:

1) Nome completo (para certificado)

2) curso/faculdade

3) e-mail de contato (obrigatório)

Até dia 05 de junho, os depósitos devem ser realizados para uma conta que será informada pela coordenadora do evento para facilitar a identificação destas inscrições. A coordenadora manterá contato.

Qualquer duvida ou sugestão fazer contato com Todeska Badke, coordenadora do evento, pelo e-mail: todeska@edocconsultoria.com.br ou pelo tel (31) 9120-5604

Informações gerais sobre o evento

eDOC 2012 Belo Horizonte

Data: 14 a 15 de junho

Local: Centro de Convenções Pitagorás

Rua Santa Madalena Sofia, 25 – Cidade Jardim – Belo Horizonte (MG)

Site: http://edocconsultoria.com.br

XXXV ENEBD: inscrições

Valores dos Pacotes 1º lote

12/04 a 11/05

2º lote

12/05 a 10/06

 

3º lote

11/06 a 14/07

4º lote

15/07 a 20/07

Inscrição R$ 100,00 R$ 110,00 R$ 130,00 R$ 180,00
Inscrição + Alojamento R$ 110,00 R$ 120,00 R$ 140,00 R$ 220,00
Inscrição + Alimentação R$ 115,00 R$ 130,00 R$ 150,00 R$ 220,00
Inscrição + Alojamento + Alimentação R$ 120,00 R$ 140,00 R$ 160,00 R$ 220,00

 

Conta para depósito

Banco do Brasil

Agência: 3610-2

Conta Corrente: 42.782-9

Hugo Avelar Cardoso Pires

Observações:

1. A inscrição será feita através do preenchimento da ficha de inscrição – disponível AQUI – e o envio da cópia digitalizada do comprovante de pagamento para o e-mail: inscricaoenebd@gmail.com

2. Só serão aceitas transferências bancárias, depósitos nominais e depósitos feitos diretamente no caixa;

3. Os mini-cursos serão vendidos separadamente nos dias do evento, e os valores serão divulgados posteriormente;

4. Não haverá descontos no pacote cultural;

5. Desconto de 40% no valor do 2º lote PACOTE COMPLETO (apenas) para DOIS AUTORES por trabalho aprovado (DESCONTO NÃO-CUMULATIVO).

6. Isenção na inscrição para membros da Executiva Nacional;

7. Desconto de 50% no valor do 2º lote para os membros da Executiva Sul; Executiva Norte/Nordeste e Executiva Sudeste/Centro-Oeste;

8. A Comissão Organizadora NÃO FARÁ qualquer tipo de ressarcimento/devolução do valor da inscrição em caso de não comparecimento no evento.

9. Só será fornecido certificado do evento para o participante que comparecer em pelo menos 60% das atividades científicas do evento.

Fonte: http://enebd2012.eci.ufmg.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5&Itemid=6

 

 

 

 

 

Edital apoia projetos para desenvolvimento de cursos de biblioteconomia na modalidade a distância

Data de publicação: 26/03/2012

Por Assessoria de Comunicação Social da Capes

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulga nesta segunda-feira, 26, o edital nº 12/2012. A seleção consiste no fomento da execução de projeto de desenvolvimento dos materiais didáticos e de apoio ao curso de bacharelado em Biblioteconomia, na modalidade a distância, para a execução do projeto pedagógico do curso, estruturado pelo Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB), no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). O valor global a ser aplicado pela Capes, no âmbito deste edital, será de até R$ 1,8 milhão, sendo R$ 1,6 milhão para despesas de custeio e R$ 200 mil para despesas de capital.

Submissão de propostas
As propostas devem atender aos requisitos descritos no edital e devem ser submetidas até o dia 5 de maio, em formato impresso e eletrônico.

Podem apresentar proposta as instituições públicas de ensino superior (Ipes) que cumulativamente possuam cursos de bacharelado em biblioteconomia ou biblioteconomia e documentação ou gestão/ciência da informação, nas modalidades presencial ou a distância, legalmente constituídos e que tenham sua sede e administração no país; possuam credenciamento para oferta de cursos na modalidade a distância ou comprovada experiência em educação a distância; possuam Índice Geral de Cursos (IGC), ano-base 2010, 3, 4 ou 5; e assumam o compromisso de manter as condições de qualificação, habilitação e idoneidade necessárias ao cumprimento e execução do projeto, no caso de sua aprovação.

A análise das propostas será realizada em três etapas, sendo elas análise técnica, análise de mérito e aprovação e homologação pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes. O resultado está previsto para ser divulgado no final do mês de maio. O prazo de execução dos projetos é de doze meses, a contar da data de vigência do convênio ou instrumento congênere firmado entre a Capes e a IPES.

Mais informações pelo e-mail editalbiblio@capes.gov.br.

Fonte: http://www.capes.gov.br/servicos/sala-de-imprensa/36-noticias/5319-edital-apoia-projetos-para-desenvolvimento-de-cursos-de-biblioteconomia-na-modalidade-a-distancia

Ônibus para o EREBD SUL 2012

Identidades e contrastes na área de Ciência da Informação: quem somos de onde viemos e para onde vamos?

Data de publicação: 13/03/2012

Por Josué S. Barbosa

A trigésima quinta edição do Encontro Nacional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação será realizada em uma das mais tradicionais e respeitadas instituições de ensino e pesquisa no campo do uso, tratamento e gestão da informação, a Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG).

Os encontros de estudante, ao longo de sua história, promoveram o dialogo, a integração e troca de experiencias entre alunos, profissionais e docentes da area de Informação. Seguindo esta tendência, a atual edição visa ampliar a crescente discussão sobre a evolução da Ciência da Informação (CI) no Brasil envolvendo possíveis dialogos e interlocuções entre as areas abrangidas pelo evento e com a Arquivologia e a Museologia. O encontro visa refletir sobre as inúmeras possibilidades de exploração do mercado na área de CI e investigar a atuação deste profissional em áreas distintas.

Configura-se como principal objetivo do XXXV ENEBD introduzir uma discussão nova; mais pragmática e efetiva; que busque avaliar a perspectiva do estudante de CI sobre a àrea e seus eventuais desdobramentos no exercício da profissão.

Fonte: http://enebd2012.wordpress.com/2012/03/13/identidades-e-contrastes-na-area-de-ciencia-da-informacao-quem-somos-de-onde-viemos-e-para-onde-vamos/

Bibliotecas públicas e comunitárias da capital ganham 12 mil novos livros

Data de publicação:16/02/2012

Por: Prefeitura de Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), distribuiu no último mês 12 mil novos livros para as bibliotecas públicas da cidade. Essa aquisição obtida pela FMC faz parte do projeto Belo Horizonte, Cidade Leitora, que já está em seu terceiro ano e, desde 2010, já adquiriu um total de 25 mil livros.

Segundo a diretora de Bibliotecas e Centros Culturais da FMC, Silvia Esteves, até agora 19 bibliotecas vinculadas à fundação e 12 bibliotecas comunitárias foram beneficiadas. “Ainda neste mês, mais 17 bibliotecas comunitárias receberão kits com 200 livros cada”, revelou.

De acordo com Silvia Esteves, para atender todas as idades e diversos gêneros literários, os livros foram escolhidos pela Comissão de Seleção de Acervo, composta de bibliotecários e especialistas em literatura da Fundação Municipal de Cultura. Segundo Silvia, a demanda dos leitores, a oferta do mercado editorial e as recomendações de jornais, revistas e sites especializados contribuíram para a escolha das obras. A Comissão de Seleção de Acervo se orientou pela diversidade de gêneros como informativos, obras de referência, romances, contos, crônicas, poemas, teatro e narrativas, entre outros, tendo como critério a qualidade literária e gráfica das obras.

Entre as novidades está a aquisição de livros para a primeira infância, direcionados a crianças de zero a 6 anos. “São obras em formatos criativos, com ilustrações envolventes, que extrapolam os conhecidos livros de tecido e de plástico. Seus textos lúdicos e inteligentes prometem prazerosos momentos de leitura entre as crianças pequenas e seus familiares, propiciando a intimidade com livros, palavras e imagens”, garante Silvia.

Pontos de leitura

Atualmente, a Fundação Municipal de Cultura trabalha na gestão de 19 bibliotecas públicas localizadas em várias regiões da cidade. Além disso, oferece apoio à rede de bibliotecas comunitárias. Os kits destinados às bibliotecas vinculadas à FMC são consideravelmente maiores, pois seus espaços são mais amplos e preparados para receber, disponibilizar e fazer circular os livros. As bibliotecas comunitárias funcionam em espaços pequenos, normalmente cedidos por pessoas que acreditam na leitura como condição para o exercício da cidadania. Uma sala, um quarto, uma varanda, um cômodo da associação comunitária ou da igreja se transformam em uma pequena biblioteca em dias e horários determinados para atender aos leitores. “Essa ação é muito importante e tem um alcance significativo, pois nasce do entendimento e da mobilização da população em torno da leitura,” opinou Silvia Esteves.

Na distribuição de livros, se leva em conta o tamanho do espaço das bibliotecas comunitárias. Em 2010, cada uma delas recebeu 400 livros. Em 2011, esse número foi redimensionado para 200, a partir da avaliação feita pela FMC e pela Associação de Amigos das Bibliotecas Comunitárias da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Sabic).

Cadastro

Para se tornar leitor das bibliotecas vinculadas à FMC, basta apresentar o documento de identidade e o comprovante de endereço. Os menores de 12 anos precisam da autorização dos pais ou responsável. Além de empréstimo de livros e do apoio a pesquisas, as bibliotecas oferecem também acesso à internet, jornais e revistas para leitura local e atividades de estímulo e valorização da leitura. Todos os serviços e atividades como oficinas, clubes e rodas de leitura, são gratuitos e contemplam cidadãos de todas as idades.

Belo Horizonte, cidade leitora

Programa de qualificação das bibliotecas públicas da cidade, o Belo Horizonte, cidade leitora visa a valorização e a democratização do acesso à leitura. Trabalha com as bibliotecas vinculadas à Fundação Municipal de Cultura através de cinco linhas de ação:

• Promoção e qualificação das atividades de incentivo à leitura
• Consolidação de uma política de gestão de bibliotecas por meio de desenvolvimento, preservação, conservação e tratamento de acervo
• Formação continuada de seus profissionais com destaque para reflexões e atividades que promovam e estimulem a leitura, principalmente a literária
• Oferta de infraestrutura tecnológica, tanto para a gestão das bibliotecas quanto para o uso dos leitores
• Qualificação de seus espaços físicos, tornando-os adequados à boa disponibilização do acervo e oferta de serviços.

O programa contempla também o apoio às bibliotecas comunitárias, implantadas, geridas e mantidas pela sociedade civil, que atuam na cidade, através de uma parceria com a Sabic. A cada ano, elas recebem livros novos e cursos de capacitação para os mediadores de leitura, que têm como objetivo aproximar livros e leitores. Só nos últimos dois anos, 29 dessas bibliotecas receberam mais de 8 mil livros através do Belo Horizonte, Cidade Leitora.

Fonte: https://blogdaeci.wordpress.com/2012/02/17/presenca-digital-para-alcancar-novas-oportunidades-profissionais/